active as well as spirituality can be the interest among swiss fake rolex.

reddit fake rolex to establish a somewhat enhanced high-level frustrating functionalities check.

people who sell celbirty sexdolls?

Projeto "Conhecer para Proteger: Boas Práticas de Apoio a Crianças e Jovens LGBTI"

A Casa Qui lançou, em parceria com a CNPDPCJ, um projeto de promoção de boas práticas de apoio a crianças e jovens LGBTI.

A Casa Qui executou, em parceria com a Comissão Nacional de Promoção dos Direitos em Proteção de Crianças e Jovens (CNPDPCJ), o Projeto "Conhecer para Proteger: Boas Práticas de Apoio a Crianças e Jovens LGBTI", que teve como objetivo a criação e gestão de uma Plataforma Online para Partilha de Recursos, Apoio e Consultoria no âmbito da Educação e da Proteção de Crianças e Jovens e a produção de um "Guião de Boas Práticas para a Promoção dos Direitos e Proteção de Crianças e Jovens LGBTI", que reunirá informação aprofundada e completa sobre o fenómeno da violência familiar, em contexto escolar, no namoro e institucional que esta população pode vivenciar.

As crianças e jovens LGBTI são um grupo especialmente vulnerável, com estatísticas elevadas de isolamento, depressão, suicídio, insucesso e abandono escolar, sofrimento de violência em contexto escolar e de violência familiar. A Casa Qui, desde 2014, por via do seu “Diagnóstico de Experiências, Competências e Respostas na Intervenção Institucional com Jovens LGBT em Situação de Violência Familiar e/ou Expulsão de Casa” e, desde 2016, do seu Gabinete de Apoio à Vítima para a Juventude LGBTI, tem sentido necessidade de dar continuidade à resposta a duas das principais conclusões desse mesmo diagnóstico: a necessidade de formação específica para profissionais de Comissões de Proteção de Crianças e Jovens e entidades/profissionais associados às mesmas e a oferta de consultoria e serviços especializados.

Assim, por forma a fortalecer e aumentar a eficácia da Casa Qui na transversalização de boas práticas de prevenção e intervenção nos contextos em que crianças e jovens LGBTI são alvo de violência, surgiu este projeto que desenvolveu as seguintes três atividades, que se complementam entre si:

Plataforma Online

A primeira proposta foi a criação da Plataforma Online para Partilha de Recursos, Apoio e Consultoria no âmbito da Educação e da Proteção de Crianças e Jovens em www.yammer.com/conhecerparaproteger, um local que permite a partilha e consulta de documentos, a criação de tópicos para debate, produção de inquéritos e outras ferramentas de intercâmbio de informação e prestação de apoio/consultoria. Este recurso garante um espaço seguro e privado, de acesso continuado, através do qual a capacidade de intervenção da Casa Qui, inclusive de capacitação e promoção de intercâmbio de conhecimentos, recursos e boas práticas, não se esgote nas ações de formação de públicos estratégicos, previstos em projetos complementares, no Guião de Boas Práticas e na consultoria nas formas usualmente prestadas pelo seu Gabinete de Apoio à Vítima para Juventude LGBTI. Como subproduto desta plataforma, a Casa Qui organiza periodicamente sessões online de apoio e consultoria para profissionais inscritos nesta plataforma, que assim desejem participar.

O pedido de inscrição na plataforma pode ser efetuado através desta hiperligação.

Evento Online de Lançamento da Plataforma | 27 de novembro de 2020

Vídeo da Sessão de Lançamento da Plataforma "Conhecer para Proteger", que ocorreu online na plataforma Microsoft Teams. O evento contou com a presença da Dr.ª Rosário Farmhouse, Presidente da Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens e do Prof. Doutor Jorge Gato, Investigador no Centro de Psicologia da Universidade do Porto. 

Inquérito

Propôs-se a execução de um Inquérito que permitiu aumentar a capacitação da equipa do projeto e do Gabinete de Apoio à Vítima para Juventude LGBTI com conhecimento extra sobre experiências, situações típicas/possíveis e boas práticas na área de intervenção e, dessa forma, complementar e alimentar o apoio prestado via Plataforma e o conteúdo do Guião de Boas Práticas. Em particular, o Inquérito permitiu dar voz às pessoas envolvidas diretamente no âmbito do projeto e seus subtemas, ao auscultar-se não só a população LGBTI, assim como as equipas técnicas de intervenção ou profissionais no âmbito da Educação e Proteção de Crianças e Jovens. 

Guião de Boas Práticas 

O Guião de Boas Práticas, apresentou-se com a missão de ser um documento completo sobre a infância e juventude LGBTI, permitindo tornar acessível informação científica, estruturada, completa e atualizada sobre crianças e jovens LGBTI para suporte às ações de prevenção e intervenção dos agentes locais no âmbito da Educação e Proteção de Crianças e Jovens/Infância e Juventude e servir, adicionalmente, como material de suporte às ações de sensibilização e de formação sobre estes temas, em projetos complementares da Casa Qui ou de outras entidades. A sua versão online pode ser consultada clicando na seguinte imagem:

download guião


Apresentação dos Resultados do Inquérito e do Guião de Boas Práticas | 29 de julho de 2022

O evento ocorreu no Auditório da Biblioteca Orlando Ribeiro, com o apoio da Junta de Freguesia do Lumiar. Contou com a presença da Dr.ª Rosário Farmhouse, Presidente da Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens, do Prof. Doutor Jorge Gato do Centro de Psicologia da Universidade do Porto, do Dr. José Carlos Sousa da Direção-Geral da Educação e da Dr.ª Isabel Rodrigues, Secretária de Estado da Igualdade e Migrações.


Parceria


Apoio

"/